Skip to content

Utilizando o imposto de renda para financiar a aquisição de impressoras de código de barras

O processo de automação nas empresas demanda investimentos significativos, inclusive na aquisição de impressoras térmicas para impressão de código de barras.

Um parque de impressoras de mesa, por exemplo, exige o desembolso de R$ 5 mil a R$ 35 mil e, invariavelmente, demanda mais de um equipamento. Esse tipo de investimento normalmente obriga a empresa a utilizar parte expressiva do seu caixa ou a recorrer a linhas de crédito disponíveis no mercado.

Por isso, é cada vez maior o número de empresas que optam por simplesmente alugar as impressoras térmicas. Para essas organizações, ficou evidente que a locação é mais vantajosa porque oferece equipamentos sempre atualizados, além de assistência técnica e socorro no local em caso de problemas emergenciais.

Essas mesmas empresas também verificaram que o aluguel economiza um precioso tempo de profissionais de TI, além de dispensar a utilização de capital e de linha de crédito, entre outras diversas vantagens.

Algumas dessas organizações observaram ainda que os custos de locação podem ser abatidos de diferentes tributos em até 31%. A dedução no imposto de renda é possível para as empresas que atuam dentro do regime tributário de lucro real.

Dedução no IR

Para as empresas que atuam dentro do regime de lucro real, o desconto na locação dos equipamentos pode ser aplicado em tributos como PIS, COFINS, Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Assim,  um  expressivo  investimento  de    R$ 40 mil em um novo parque, por exemplo, pode ser evitado se a empresa fizer as contas com atenção (veja tabelas). Esse desembolso pode ser substituído por parcelas mensais de  R$ 1.400. Esse valor, que já constitui excelente  vantagem,  pode chegar a R$ 966 com a dedução dos impostos.

 

Tendência no século XXI

“A locação é a tendência do século XXI. Os CDs de música, por exemplo, estão sendo substituídos pelo Spotify e os softwares agora são licenciados por contratos mensais”, observa Elvio Filho. “A impressão térmica de código de barras está seguindo o mesmo caminho”, proporcionando, igualmente, enormes vantagens, finaliza o Diretor do Grupo Serwir.

Notícias Relacionadas